terça-feira, 6 de maio de 2014

DICAS DE WELLNESS OU BEM ESTAR



Você sabia que existe 1,6 bilhão de pessoas acima do peso, no mundo? (Isso, fora as crianças) É MUITA gente, não acha? 
Você está dentro dessa estatística? Então, aconselho a ler isto:

O excesso de peso pode desencadear um processo de demência. Em contrapartida, os exercícios físicos fazem muito bem ao cérebro.

Segundo estudos, quem está acima do peso tem 71% mais chances de desenvolver a doença e quem já é obeso (pasmem) tem 288% de chances. Dados alarmantes, não acha?

Entenda que pessoas acima do peso (que não são AINDA consideradas obesas) são aquelas que tem o IMC ( Ìndice de massa corporal) entre 25 e 30. Obesas são as que estão acima de 30 e normais são as que estão entre 20 e 25.

Você quer saber qual é o seu IMC? calcule aqui

Vamos ver os benefícios que os exercícios físicos trazem para o cérebro? Vamos lá, então:

Vários e vários estudos foram feitos pelo mundo afora acerca deste tema e todos foram unânimes em afirmar que:

Os exercícios físicos estimulam a produção de hormônios que trabalham na produção de novas células cerebrais. E aí você pergunta: Por que eu quereria novas células cerebrais se as que possuo me satisfazem e são suficientes? Engano seu! Depois dos 20 anos, a pessoa perde em média 1% por ano do volume do hipocampo, que é responsável pela memória e por alguns tipos de aprendizado. Isso quer dizer que você precisa E MUITO da produção de novas células e mais do que isso, você precisa aumentar o tempo de vida das que você já possui, que podem estar morrendo mais rápido do que você imagina. E como reverter esse quadro? Com exercícios físicos, é claro!

A prática REGULAR de exercícios físicos (nem preciso dizer que associada a uma boa alimentação e à uma boa qualidade de sono, sendo que esta segunda também pode ser obtida com a prática regular de exercícios físicos) que vai desencadear todo o processo descrito no parágrafo anterior, traz os seguintes benefícios:

 -Diminuem a ansiedade, afastam a possibilidade de angustia, de depressão e diminuem a ocorrência de transtornos alimentares, síndrome do pânico, entre outras doenças psicológicas;
 - Estimula o processo de raciocínio, de memória e de tomada de decisões (você já percebeu que uma pessoa visivelmente débil tem dificuldade em fazer uma simples escolha quando questionada?);
 - Melhora a disposição e o humor, pois facilita na produção de endorfina. Lembra a quem a endorfina está associada? À felicidade: bem estar e prazer.
 - Afastam a possibilidade de doenças como Alzheimer e Parkinson.
- E muitos outro benefícios!

Quer mais? Acredito que você já tenha se dado conta que isso é tudo o que precisa para ter uma vida saudável e com qualidade de vida. Certo? Fora isso, seus projetos pessoais precisam andar para que sua felicidade seja completa. 
E se precisar de uma forcinha na execução e concretização deles, conte com um Coach. Conte comigo!

Abraços,
Um Ótimo dia e...
CARPE DIEM!

Fontes de pesquisa:

http://saude.ig.com.br/minhasaude/excesso+de+peso+aumenta+risco+de+desenvolver+demencia/n1596903315362.html

http://revistavivasaude.uol.com.br/bem-estar/exercicios-para-colocar-o-cerebro-em-forma/1417/

http://vocebonita.tvgazeta.com.br/saude/item/exercicios-fisicos-fazem-bem-ao-cerebro

http://saude.ig.com.br/bemestar/exercicios+aerobicos+fazem+bem+ao+cerebro/n1597029176790.html

http://saude.ig.com.br/minhasaude/2014-05-05/como-e-a-vida-em-um-asilo-classe-a.html